• felipe4093

Paternidade / Maternidade socioafetiva




Você sabia disso?


Como já falei em outros tópicos, já existe o entendimento de que uma pessoa pode ter, em seu documento de identificação, o registro de seu pai biológico e também o do pai socioafetivo (aquele que, mesmo não tendo laços de sangue, cria a criança).


Uma convive com a outra, sendo assim, é totalmente possível que um pai socioafetivo registre um filho e posteriormente, essa pessoa promova também o registro de seu pai biológico.


Ou seja, na prática, ela pode ter os dois nomes. O filho pode escolher, ou dois ou um. O biológico, o afetivo, ou os dois, juntos.


Outro ponto muito importante, a obrigação de pagar pensão permanece ainda que seja pai socioafetivo.